Cinco discos que serão lançados AINDA este ano e merecem a tua atenção por: Conguito.

Já começam a ser lançadas as habituais listas dos melhores lançamentos do ano. Na minha opinião, essas listas pouca importância têm, no entanto, olho sempre para os inícios é que dão-me sempre jeito para descobrir álbuns que foram lançados e passaram-me ao lado.

Mas como ainda faltam 20 dias para terminar o ano, ainda há discos que chegarão às lojas este ano que merecem muito a tua atenção, vou destacar cinco deles:

Charli XCX – POP2 (15 de Dezembro);

Charli XCX é a princesa da Pop e uma forte candidata ao trono de Madonna quando já não tivermos Beyoncé e Rihanna no ativo. Este ano, lançou “Boys” e mal ouvi o tema pensei “ainda vamos ouvir muito desta miúda”. Agora vem com uma nova mixtape, intitulada “POP2” e que com participações especiais de Tove Lo, Caroline Porachek (ex-Chairlift), Carly Rae Jepsen e Pablo Vittar (estrela brasileira);

 

BROCKHAMPTON – SATURATION III (15 de Dezembro);

Se eu tivesse de escolher um grupo para receber o prémio de “Banda do Ano”, os BROCKHAMPTON seriam os vencedores ou então iriam discutir o prémio até ao final. O grupo de Kevin Abstract, às vezes, ainda pode muito ser associado aos Odd Future de Tyler The Creator mas a verdade é que lançaram em 2017, dois álbuns muito bons e agora vão lançar o terceiro. Cá estaremos para ouvir e julgar.

 

Eminem – Revival (15 de Dezembro);

Mixed Feelings para este regresso de Eminem. Apesar de respeitar tudo o que rapper já fez no seu último trabalho discográfico mostrou que deixou o comercial apoderar-se da sua música e ver no alinhamento deste “Revival” participações especiais nomes como X Ambassadors, Pink.. (depois de ouvir o single com Beyoncé) deixa-me apreensivo. Mas estarei com o Spotify aberto a 15 de Dezembro para ouvir “Revival” e desejar que venha uma digressão de apresentação do disco com paragem em solo nacional.

 

N.E.R.D. – No_One Ever Really Dies (15 de Dezembro);

É a última oportunidade para os N.E.R.D. para voltar a mostrarem o que realmente são e já nos mostraram ser. Em 2010, a banda de Pharrell Williams apresentou um álbum falhado e foram afastados pelo público. Agora regressam em grande, a expetativa é grande e o alinhamento do disco apresenta participações especiais de nomes como Rihanna, Kendrick Lamar, Andre 3000 (Outkast), Ed Sheeran ou M.I.A.

 

 

Mike Lyte – Crocodildo (11 de Dezembro);

O único disco português que eu destaco nesta lista. É o disco de estreia do Mike Lyte para alguns de vocês já o conhecem devido ao seu passado ligado ao mundo do YouTube. Agora apresenta-se em 13 faixas que prometem afirmá-lo no mundo do Hip Hop como um “rapper da nova escola” mas com um conteúdo bastante diferente do quem tem sido feito em solo nacional ultimamente. Esperem ouvir faixas de alguém que não é rebelde, não ostenta a quantidade de dinheiro que tem no bolso ou quantas miúdas tem a gritarem no seu nome quando sai à rua (acreditem que são muitas).

 

Texto: Fábio Lopes (Conguito);

Equipa

Deixar uma resposta