Entrevista com a Sequin no Fusing

Sequin é o nome artístico de Ana Miró. “Penelope”, o disco de estreia saiu este ano e a Buzz TV conversou um pouco com a cantora no Fusing Culture Experience, horas antes da sua atuação no palco Experience no último dia do festival.

Penelope-a-musa-grega-de-Sequin-166x250

Já no final do verão e com alguns festivais na bagagem eu pergunto como têm sido a resposta do público? É melhor em festivais ou em concertos de nome próprio?

É diferente, acaba por ser diferente porque os festivais são a oportunidade de tu puderes mostrar a tua musica a mais pessoas que não te conhecem e isso é bom. Os concertos em nome próprio acaba por condicionar os teus fans, ou as pessoas que gostam de ti, ou das bandas que vão abrir ou fechar o concerto. É um espírito diferente, aqui é a divulgação ao máximo.

Como vês estes festivais para a musica portuguesa?

Eu acho muito fixe. Acho incrível conseguir-se fazer um fim de semana só com festivais com nomes nacionais. É um sinal que o publico adere a isto e que se calhar deve-se continuar a fazer, pois nao precisamos de artistas internacionais para encher estes festivais.

Podemos esperar novo disco para este ano?

Não sei, eu já estou a trabalhar em coisas novas mas ainda não pensei muito nisso. Ainda estou na parte da produção das musicas, não sei como vai ser. Por minha vontade sim, eu acabo sempre por trabalhar a um ritmo mais acelarado do que é possivel para lançar e editar discos. Acabo sempre por estar a fazer alguma coisa e é dificil nao ter coisas novas para apresentar.
Pelo menos um single é possível que saia ainda este ano.
Eu vou continuar a tocar, o ano todo, por Portugal. Mesmo depois do verão, em Outubro já temos alguns concertos marcados também.

Texto: António Almeida

Equipa

Deixar uma resposta