Sumol Summer Fest: Como correu?

Chega ao início do verão e o pessoal começa a entrar no modo festivais de verão. O Sumol Summer Fest é para um público mais jovem, quase como um estágio para o MEO Sudoeste. Todos os que querem ir ao festival da Zambujeira têm de primeiro passar pelo teste do SSF. Se aguentarem o calor, a praia e o álcool de um, podem então rumar a sul em agosto.

Este ano havia filas para tudo, para entrar então nem vale a pena falar. Se não fosse o facto da imprensa ter uma porta especial provavelmente ainda estava a tentar ver o Sean Paul. Mas eu percebo, tinham imensa gente e quiseram todos entrar ao mesmo tempo e isso é sempre confuso. Para perceberem o quão confuso foi, no final do primeiro dia, quando me vim embora tinha amigos à porta para entrar (mas isso também pode ter sido por terem ido jantar tarde, shame on them).

Sobre os concertos, a História do Hip Hop Tuga e o americano Post Malone foram os pontos altos. O primeiro por ter sido algo diferente e nunca realizado em Portugal, apesar de faltarem imensos nomes (não só em palco como não mencionados de todo) e o Post Malone pela surpresa que foi o público conhecer tão bem o músico. Ninguém esperava uma recepção como a que aconteceu (nesse concerto consegui ver da lateral do palco e posso confirmar que o público estava ao rubro).

Nota ainda para a actuação de Sean Paul em que se percebeu que o “rapaz” já está velho. A este ritmo o jamaicano vai começar a dar concertos com botijas de oxigénio em palco (e não será para aquele fumo branco).

Esperemos que muitos festivaleiros tenham passado no teste Sumol para com os pais e os deixem ir à prova final do MEO Sudoeste em Agosto. Vejam as nossas fotos no Facebook e Flickr e vejam os restantes artigos, incluindo um em que acompanhamos um membro da equipa durante um dia do festival (ele diz que foi divertido!!).

Texto: António Almeida;
Fotos: Ana Rodrigues e Rodrigo Anacleto;

Equipa

Deixar uma resposta