Super Bock Super Rock 2016: Lá Atrás (Com Mike El Nite)

 

Mike5

Todos nós questionamos sobre o que realmente acontece “Lá Átras”, na zona do backstage, antes dos nossos artistas favoritos subirem ao palco. Nesta edição do Super Bock Super Rock, tivemos a oportunidade de acompanhar alguns artistas no noutro lado do palco e deixem-me já dizer – O espectáculo é para vocês.

Mike El Nite foi o meu grande escolhido. Quem esteve presente no festival, claramente, terá dificuldades em esquecer o que aconteceu por volta das 19:40 no Palco Antena 3. Em conversa com o Davide Pinheiro (Mesa de Mistura), referi que “um dia 16 esgotado era uma prova que o Hip Hop é o futuro”, fui logo corrigido pelo próprio dizendo que “o Hip Hop não é o futuro mas já o presente” e isso não o posso negar, de forma alguma. Precisam de mais provas do que 34º graus às 19:30 e um Palco Antena 3 completamente cheio para assistir a duas das maiores promessas do mundo Hip Hop Nacional?

Super Bock Super Rock 2016

“O Justiceiro” chegou! Primeiro álbum logo editado pela NOS Discos. WOW! Logo aqui dá para ver que não é “mais um rapper” e apesar de ser o 1º disco marca mais do que uma apresentação do artista ao mundo mainstream. Os mais atentos já o conheciam depois dos EPs anteriormente lançados de onde surgiram temas como “Mambo Nº1” com Profjam ou “Só Badalhocas” com Da Chick.

A cena é que agora precisávamos de algo mais sólido e consistente do artista e este “O Justiceiro” traz isto mesmo, a construção frásica complexa e inteligente misturada com trocadilhos, juntamente com a produção musical colocam o rapper noutro patamar. No início dá-nos até a ideia de confusão, no entanto, é algo que desaparece depois da segunda audição com atenção. Mas o disco está disponível para download gratuito, vamos sim falar da performance.

Mike surpreendeu. Não estamos muito habituados a vê-lo fora do seu “habitat natural”, falo do MusicBox Lisboa, onde ultimamente tem sido um dos responsáveis pela vinda a Portugal de grandes nomes no panorama hip hop mundial (Vamos só recordar que só nos últimos tempos, a Gin & Juice trouxe A$AP Nast, Denzel Curry, OG Maco, Yung Lean e muitos mais). Por isso, o Super Bock Super Rock era uma prova de fogo para o rapper de Telheiras – Superada com bastante sucesso!

Super Bock Super Rock 2016

Mike El Nite chega ao Super Bock Super Rock com um disco fresquinho na bagagem e com uma série de convidados presentes nos seus mais recentes trabalhos. L-Ali, subiu ao palco para interpretar “Drones” no momento melancólico e dark da tarde. “O público estava contente e batia palmas” algo que levou Kaixo, directamente da Galiza para com a sua irreverência espanhola deixar o público louco durante “Monkey”. Houve ainda tempo para Da Chick e NoFake brilharem ao lado do seu amigo. Mas é impossível falar da performance e não destacar “Mambo Nº1”, é quase histórico ver uma plateia inteira a cantar em uníssono as palavras que saíam da boca de Mike e Profjam, dos momentos mais bonitos de um concerto, que terminou com T.U.G.A. com todos convidados em palco (eu inclusive) e com um crowdsurfing do próprio artista.

Muita das vezes, quando falamos de atuações de hip hop, vemos muitos artistas chegarem com backtracks e a não conseguirem estar ao nível que mostraram no discos… mas o MIKE?!! Acompanhado por um baterista e um DJ “DWARF”, presente na produção de alguns temas, mostrou porque é que a aposta dos festivais devem cair em mais artistas nacionais deste nível.

Super Bock Super Rock 2016

Fotos: Inês Machado
Texto: Fábio Lopes (Conguito);

Equipa

Deixar uma resposta