COACHELLA #2: Pequenos achados num festival tão grande.

16606961484_b9bb55c5b0_k

O Coachella Music and Arts Festival tem todos os anos aquele cartaz de deixar todos os amantes de música com agua na boca.

Este ano não foi diferente, com cabeças de cartaz como AC/DC, Jack White e Drake e com nomes no resto do cartaz como Florence and the Machine, Belle and Sebastian, Tame Impala, Tyler the Creator,  Alabama Shakes, entre tantos outros, torna-se difícil arranjar tempo para ver todas as bandas que queremos. Muito menos tempo se arranja para descobrir novas sonoridades, novas bandas que ainda são pequenas, que muitas vezes ainda nem vieram ao nosso pais ou que só agora estão a chegar cá.

A Buzz TV decidiu fazer uma lista das bandas mais pequenas que conseguimos apanhar pelo cartaz e que deram concertos brilhantes. São jovens promessas, que em alguns casos até já tem uma carreira feita e não são desconhecidos pelo publico português mas que no entanto tocavam à 1 da tarde num palco pequeno no meio do recinto.

Parquet Courts:

A primeira é banda de Brooklyn,NY e que já passou por Portugal (em 2014 no Nos Alive). Desde aí já lançaram mais um álbum “Sunbathing Animal” e percorreram os Estados Unidos, assim como boa parte da Europa (não tendo voltado a Portugal). Sobre o concerto no Coachella, os autores de “Ducking & Dodging”, subiram à Gobi Tent no segundo dia de festival para consagrar a audiência com o seu rock melódico e simples. Muitos foram os que fizeram a festa apesar do dia ainda estar no inicio.

Cloud Nothings:

À semelhança dos primeiros, também os Cloud Nothings não são desconhecidos de todo do público português. Estiveram recentemente no Vodafone Mexefest, onde deram um belíssimo concerto. Eles que já tinham estado no Coachella em 2013, regressaram este ano e fizeram o publico mexer-se dos seus lugares com o seu rock punk, muito mais agressivo do que a maioria das bandas que lhes seguiram em palco.

Ryan Hemsworth

O DJ canadiano Ryan Hemsworth foi um dos pontos altos do palco Mojave durante o festival. Totalmente vestido de branco e com uma espécie de nuvens em palco, o DJ tocou para uma tenda bem composta. Com o seu estilo próprio que mistura batidas com Scratch, Ryan apresentou alguns temas do seu mais recente álbum “Alone for the First Time”. Num set que misturou Blink 182, Sum 41, Tinashe e batidas de hip-hop, tem tudo para por uma tenda ao rubro.

St.Motel

Provavelmente são poucos os que conhecem os St.Motel, uma banda de L.A. que se estreou no Coachella este ano. Eles que há pouco menos de um ano não passavam de uma banda igual a tantas outras, depois de terem sido confirmados no festival viram a sua carreira mudar drasticamente. “My Type”, o single do novo álbum, é uma das musicas mais pedidas para tocar nas rádios americanas. Já apareceram em alguns programas de televisão e tem espectáculos esgotados por todo o pais. Depois de assistir ao concerto deles, percebemos o porque do sucesso. As suas musicas “catchy”, com ritmos e batidas a fazer dançar, e a sua energia em palco (provavelmente devido a ser o “realizar de um sonho”, disse o vocalista a meio do concerto) são motivos mais que suficientes para não os perder quando chegarem a Portugal.

Por: António Almeida

António Almeida

Deixar uma resposta