“Deixem o João Falar” – Pharrell Williams, um homem dos 6 ofícios.

Deixem o João Falar

Compositor, cantor, rapper, produtor, baterista e estilista. Podemos dizer então que se trata de um homem dos 6 ofícios. Esta semana decidi destacar esta figura incontornável da música, não só pela sua qualidade,talento,mas também pela sua influência na música. Em tudo o que entra, há garantia de sucesso, impressionante!

Tudo começou num concurso de talentos na escola onde atuou ao lado de Chad Hugo, companheiro de carreira e amigo de longa data de Mr.Williams, onde foram descobertos por um produtor de seu nome Teddy Riley que trabalhou com nomes como Dr.Dre, Usher, Mary J Blige ou R.Kelly. Foi o primeiro passo para se tornar um dos homens mais bem-sucedidos no mundo da música. Após trabalhar e ajudar na produção de algumas faixas, forma com Hugo, os The Neptunes, constituindo uma dupla de produtores, que realizou musicas como Hollaback Girl para Gwen Stefani ou I´m a Slave 4 U para Britney Spears, que atingiu a primeira posição nos tops musicais mundiais, assim como trabalharam com artistas tão diversos como Jay-Z, Snoop Dogg, Diddy, Kelis ou Busta Rhymes. Produziram o álbum Kaleidoscope de Kelis, sendo álbum de ouro no Reino Unido e tendo atingido também os tops da Billboards.Mais uma vez um sucesso. Em 2002 foram nomeados Produtores do Ano nos Billboard Music Awards e The Source Awards.

No one Ever Really Dies. Formado por Pharrell, Hugo e Haley, os N.E.R.D atingiram o estrelato progressivamente, sendo posteriormente considerados uma banda de eleição por todos os críticos, mais uma vez provando que a carreira de Pharrell estava destinada ao Olimpo. Quando lançaram o primeiro álbum,”In Search of ….” Começaram por lança-lo no mercado europeu, onde o álbum que tinham produzido para Kelis, foi muito melhor recebido, pois tinha uma sonoridade completamente diferente e as pessoas associavam Pharrell e Hugo a um estilo diferente daquele que eles quiseram implementar nos N.E.R.D,sendo uma surpresa o álbum para o publico em geral. Apesar da criação da banda, os The Neptunes nunca deixaram de existir, alcançando sucessos atrás de sucessos, o que levou a que lançassem um álbum intitulado “The Neptunes Present… Clones” em 2003, que era constituído por várias músicas e remixes de diversos artistas, atingindo o sucesso com a obtenção dos primeiros lugares da Billboard 200 americana. A ligação com Jay-Z permitiu que os The Neptunes mantivessem sempre o seu protagonismo, lançando a faixa “Frontin’ que contou com a presença de Jay-Z e Pharrell e que foi um enorme sucesso mundialmente. Foi até realizada uma pesquisa que ditou que em 2003, 20% da música que passava na rádio britânica era produzida por The Neptunes, sendo a percentagem de 43% nos EUA. Impressionante ou não? Acabaram o ano a fazer um remix que pertenceu ao álbum de remixes da dupla Daft Punk, chamado “Daft Club” que contava com remixes dos álbuns “Homework” e “Discovery”. A The Neptunes coube a responsabilidade de “Harder, Better, Faster, Stronger”.

Os N.E.R.D lançam o segundo álbum,” Fly or Die” que resultou na catapulta da banda para o reconhecimento mundial. Em 2004 arrecada mais dois Grammys, Produtor Não Clássico e Melhor Álbum Pop Vocal pela sua prestação no álbum de Justin Timberlake “Justified” que foi um sucesso mundial.Com a musica “ Flap Your Wings” com Nelly atinge pela primeira vez a primeira posição no Reino Unido. No mesmo ano faz com Snoop Dogg, a música “Drop It Like It´s Hot”, atingido pela primeira vez o primeiro lugar nos EUA, sendo a música considerada “Rap Song of the Decade” pela Billboard.

Em 2006 lança o primeiro álbum a solo,”In My Mind” com o single “Can I Have It Like That “ com a participação de Gwen Stefani, não atingindo grande sucesso. No mesmo ano, The Neptunes produziu o segundo álbum de Clipse, “Hell Hath no Fury” sendo considerada a melhor produção dos últimos anos de The Neptunes.Voltou á produção colaborando com Madonna,e participou em eventos de grande dimensão como o Live Earth.

Pharrell nunca parou de produzir para grandes artistas, sendo muito requisitado por todos, talvez por saberem que é sinónimo de grandes sucessos.

Em 2008,os N.E.R.D,lançam o terceiro álbum,”Seeing Sounds”, cujos singles foram o aclamado “Everyone Nose “ e “Spaz” e posteriormente em 2010 é lançado o álbum “Nothing”, cujo single foi “Hot n Fun “ que contou com a participação de Nelly Furtado,o segundo single ,”Hypnotize U”, produzida pelos Daft Punk.

Em 2014, lança o álbum GIRL após 8 anos da estreia do seu primeiro álbum a solo, contando com participações de Justin Timberlake, Daft Punk e Alicia Keys por exemplo. Pharrell foi também responsável pelo regresso de Snoop Dogg, produzindo o álbum “ Bush”.

É impressionante a tendência para o sucesso de Pharrell, seja qual for a área em que se integre, onde ele toca transforma-se em dinheiro. Por todo o trabalho que vem desenvolvendo, uma salva de palmas para Pharrell “Midas” Williams.

Hasta,

Texto: João Rodrigo

Equipa

Deixar uma resposta