Em menos de 3 meses, TIDAL perde o segundo CEO.

Tidal1

Em abril deste ano, a empresa Tidal, do rapper Jay-Z, perdeu o seu CEO, Andy Chen, quando o mesmo e sua equipa de 25 funcionários foram “forçados” a deixarem o quadro da companhia. Pete Tonstad assumiu o seu cargo, ele que era o presidente executivo da Aspiro, antiga empresa detentora do Tidal.

Agora, menos de três meses após ter assumido o cargo, Tonstand já não está no controlo máximo da empresa, de acordo com relatório divulgado pela WSJ. Peter comentou que a sua estadia na empresa seria breve, já que o cargo de CEO ainda não tem um candidato confirmado.

Com Spotify sendo o serviço de streaming de música mais popular e a Apple Music a entrar no mercado no final deste mês, o Tidal usou músicas, vídeos exclusivos e uma camada de alta fidelidade para tentar diferenciar-se da concorrência. No entanto, afirmar-se não será tarefa fácil, visto que o serviço de Jay-Z é o menos popular entre os utilizadores.

Equipa

Deixar uma resposta