Espelho: “Um álbum para quem sofre de Amor ou recordar os tempos de liceu”

18037530_MDH1R

 

Diogo Piçarra não é propriamente o primeiro nome que surge quando se fala em novos artistas portugueses, a bem dizer o publico tende a esquecer o vencedor dos ídolos de à 3 anos atrás. No entanto, isso nem sempre é mau, no caso do Diogo, esses 3 anos longe dos olhares e ouvidos do publico fizeram-no evoluir como artista.

Chega agora às lojas o primeiro registo, “Espelho”, no qual se podem ouvir as já conhecidas “Tu e Eu” e “Volta”, assim como apresenta o cantor como compositor e multi-instrumentista. O disco conta com Fred Ferreira (Banda do Mar, Orelha Negra) na produção, e por isso mistura algumas sonoridades diferentes. Existem algumas parecenças a alguns dos maiores nomes da musica actual.

O disco em si tem um início a lembrar a Banks mas no resto soa muito a um Sam Smith/Ed Sheran português com uma mãozinha do Fred em algumas faixas, mas sem fugir ao tema das baladas. No entanto, desengane-se quem pensa que se trata de um disco de mais um moço que saí de um programa de talentos. O Diogo tem futuro e esse futuro passa muito pelos palcos.

 

“Espelho” é o disco ideal para aqueles domingos com chuva na rua e um cobertor bem quente, enquanto se pensa sobre os amores de liceu, ou mesmo, os amores de agora.

 

Classificação: 7.2/10
Álbum: Diogo Piçarra – Espelho
Lançamento: 23 de Março de 2015
Crítica por: António Almeida

 

 

António Almeida

Deixar uma resposta